Nova pagina 2

 

 
Nova pagina 2

Principal   

Quem somos   

Últimas notícias   

Eventos   

Notícias da Saúde   

Artigos da Saúde   

Notícias da Enfermagem   

Vestibulares   

Instituições de Ensino   

Cursos e capacitações   

Concursos em Destaque   

Calculadoras   

Links Interessantes   

Terminologias   

Pesquisas e Estudos   

Biblioteca Virtual   

Enfermagem   

Biológicas e da Saúde   

Pós-Graduação   

Idiomas   

Áreas de Atuação   

Conselhos   

Enfer. em Saúde Pública   

Enfermagem do Trabalho   

Artigos   

Monografias   

Teses e Dissertações   

Leis,   
Decretos e Resoluções   

Código de Ética   

 
Nova pagina 2
   | 1 enfermeiros on-line

Concursos!  

  Notícias da Saúde
Secretaria de Saúde de Alagoas investiga 14 casos suspeitos de H1N1

A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau) está investigando 14 casos suspeitos da gripe Influenza (H1N1). De janeiro até o início da primeira quinzena de maio, foram detectados 18 casos suspeitos da doença, onde quatro deles já foram descartados, e sete evoluíram para óbito.

Ainda não foi registrado nenhum caso da doença este ano, segundo dados da Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Sesau.

Segundo a Sesau, dos pacientes notificados com suspeita de H1N1, onze moram em Maceió e os demais são do interior do Estado. Um deles é natural de São Paulo, mas apresentou os sintomas quando estava em Alagoas.

A gerente do Núcleo de Doenças Imunopreviníveis da Sesau, Claudeane Nascimento, que a secretaria está aguardando os resultados dos exames que confirmem ou não a doença. Para isso, amostras do material biológico foram coletadas dos pacientes e enviadas ao Laboratório da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), que está localizado em São Paulo e é habilitado pelo Ministério da Saúde.

“Quatro resultados já foram concluídos, mas estamos esperando que os demais sejam enviados pelo Laboratório Central de Alagoas (Lacen) para o encerramento dos casos. Mas todos os procedimentos estão sendo adotados quando detectados um caso suspeito, diz Claudeane.

Ainda de acordo com a gerente da Sesau, os técnicos municipais estão sendo capacitados para investigar, diagnosticar e tratar pessoas que tenham a doença.

Prevenção
Claudeane Nascimento diz que a principal forma de prevenção da Influenza H1N1 é a vacinação. Para isso, em abril deste ano, a Sesau realizou a Campanha de Vacinação contra a Influenza 2013, em parceria com as Secretarias de Saúde dos 102 municípios.Ela ainda diz que população deve adotar cuidados simples para evitar a doença, como redobrar a atenção com a higiene pessoal, lavando as mãos várias vezes ao dia, além de cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar. Também é importante evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Quem tiver os sintomas de febre, tosse, dor de cabeça, musculares e nas articulações, além de coriza devem ficar em alerta.

Histórico
Dados apontados pela Sesau revelam que em 2009, foram notificados 118 casos suspeitos de H1N1. Em 2010, 96. Já em 2011 foram registrados 12 casos suspeitos onde três evoluíram para óbito. Em 2012, 26 casos suspeitos, sendo que dois foram confirmados e evoluíram para óbito.


G1


 Este conteúdo foi visitado 657 vezes.  

<< Voltar para a página anterior...
Livros - Submarino.com.br
Nova pagina 2

Nova pagina 2
 
 
 


Acompanhe nosso RRS

 

 

 
Nova pagina 2