Nova pagina 2

 

 
Nova pagina 2

Principal   

Quem somos   

Últimas notícias   

Eventos   

Notícias da Saúde   

Artigos da Saúde   

Notícias da Enfermagem   

Vestibulares   

Instituições de Ensino   

Cursos e capacitações   

Concursos em Destaque   

Calculadoras   

Links Interessantes   

Terminologias   

Pesquisas e Estudos   

Biblioteca Virtual   

Enfermagem   

Biológicas e da Saúde   

Pós-Graduação   

Idiomas   

Áreas de Atuação   

Conselhos   

Enfer. em Saúde Pública   

Enfermagem do Trabalho   

Artigos   

Monografias   

Teses e Dissertações   

Leis,   
Decretos e Resoluções   

Código de Ética   

 
Nova pagina 2
   | 1 enfermeiros on-line

Concursos!  

  Notícias da Saúde
Saiba quais são as melhores técnicas de amamentação


Já é comprovado que o leite materno é o melhor alimento para o bebê, tanto do ponto de vista nutricional como para a prevenção de doenças. Além disso, ele é fundamental para estabelecer o vínculo afetivo entre a mãe e a criança. Mas sabe-se que muitas mulheres podem ter uma certa dificuldade para amamentar, principalmente se forem mães de primeira viagem. Para orientar estas mães, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) contam com profissionais preparados, que avaliam o que pode estar errado e indicam como proceder.

A Rede Cegonha incentiva a prática do aleitamento materno desde o pré-natal, explicando a importância de amamentar. Ao sair da maternidade, a mulher também tem orientações sobre amamentação e é encaminhada a uma UBS, onde encontra uma equipe capacitada para acompanhá-la no processo do aleitamento. Segundo a coordenadora de Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, Fabiana Monteiro, uma das maiores dificuldades da mulher é a falta de confiança. “Existem alguns tabus com relação ao leite, que ele é fraco, não é suficiente e que ela não conseguirá amamentar porque a mãe não amamentou. Isso acontece principalmente quando é a primeira gravidez”, afirma.

A estratégia também garante o auxílio de colocar a criança na primeira hora de vida no peito da mulher para estimular o aleitamento materno. “Desde o pré-natal a gente trabalha muito isso: a questão de tirar esses mitos. Precisamos fazer com que a mulher entenda que ela é capaz, sim, de amamentar. E logo que a criança nasce já fazemos a orientação de como amamentar”, ressalta.

Muitas mães também dizem que sentem dificuldade para amamentar porque sentem dor. “A amamentação não dói. A mulher só vai sentir dor se a técnica não estiver correta. Se a criança estiver pegando só o mamilo e não abocanha toda a auréola do peito, então a mulher vai, sim, sentir dor. Então ela precisa nesse momento buscar uma UBS ou um banco de leite humano, para buscar orientação e fazer com que a amamentação seja prazerosa para ela e para o bebê”, destaca Fabiana.
Assim, a melhor técnica de amamentação é:

Pega adequada ou boa pega

Posição – A mãe precisa estar sentada, de forma confortável, com o bebê de frente para ela, barriga com barriga. A barriguinha do bebê precisa estar encostada na barriga da mãe. A cabeça da criança deve estar acomodada no antebraço da mulher. A boca da criança deve abocanhar toda a auréola da mama e não só o mamilo, como acontece muitas vezes.

Ato – É preciso observar a sucção afastando lentamente as bochechas da criança. Caso a sucção esteja errada, a mãe deve tirar a criança da mama e colocar o dedo mindinho na boca do bebê para não fazer pressão sobre o mamilo. Depois é preciso observar até que a criança faça a sucção de forma correta. Além disso, caso ao bebê faça um estalo, significa que a técnica também não está correta.

Logo após a mamada, a orientação é que a mãe coloque a criança no ombro e espere que o bebê arrote. Caso ele durma, é preciso colocá-lo no berço de barriga para cima.

Mônica Plaza / Blog da Saúde.




 Este conteúdo foi visitado 983 vezes.  

<< Voltar para a página anterior...
Livros - Submarino.com.br
Nova pagina 2

Nova pagina 2
 
 
 


Acompanhe nosso RRS

 

 

 
Nova pagina 2