Nova pagina 2

 

 
Nova pagina 2

Principal   

Quem somos   

Últimas notícias   

Eventos   

Notícias da Saúde   

Artigos da Saúde   

Notícias da Enfermagem   

Vestibulares   

Instituições de Ensino   

Cursos e capacitações   

Concursos em Destaque   

Calculadoras   

Links Interessantes   

Terminologias   

Pesquisas e Estudos   

Biblioteca Virtual   

Enfermagem   

Biológicas e da Saúde   

Pós-Graduação   

Idiomas   

Áreas de Atuação   

Conselhos   

Enfer. em Saúde Pública   

Enfermagem do Trabalho   

Artigos   

Monografias   

Teses e Dissertações   

Leis,   
Decretos e Resoluções   

Código de Ética   

 
Nova pagina 2
   | 1 enfermeiros on-line

Concursos!  

  Notícias da Saúde
Paraná discute medidas de plano emergencial contra a dengue



As ações do Plano Emergencial Contra a Dengue, que serão executadas pelo Paraná nos próximos 90 dias, serão discutidas amanhã (21), em Curitiba, durante uma reunião com os responsáveis pelas 22 regionais de saúde do estado. Segundo o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, o intuito é trabalhar para que o estado não registre o mesmo quadro de 2010, quando foram confirmados 33.456 casos de dengue – o maior número já registrado desde o aparecimento da doença. No ano passado, foram diagnosticados ainda 64 casos de Febre Hemorrágica do Dengue (FHD) e 121 de dengue com complicação. Quinze pessoas morreram.

“A responsabilidade deve ser compartilhada entre o estado, os municípios e a sociedade civil. O combate à dengue é responsabilidade de todos”, afirmou o superintendente.

Como parte das ações emergenciais, foi instalada uma sala de situação, na sede da secretaria, que vai monitorar semanalmente os municípios que estão em situação de emergência. De acordo com Paz, atualmente, 56 municípios do Paraná estão em situação de alerta. Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, Jacarezinho e Sarandi são os que mais preocupam.

Estão sendo capacitados médicos, enfermeiros e bioquímicos das redes pública e privada e técnicos das vigilâncias epidemiológicas municipais dessas regiões, para que realizem rapidamente o diagnóstico e tratamento da doença. O enfoque principal é diferenciar a dengue de outras doenças que têm sintomas semelhantes, para que os pacientes recebam o tratamento adequado desde o início.

“Isso evita complicações no quadro de saúde e morte”, ressaltou o superintendente. Também estão sendo realizados trabalhos de bloqueio, com o uso do “fumacê”, e a compra emergencial de nebulizadores portáteis. Serão intensificadas as ações de prevenção e de informação, com campanhas educativas, e o envio de materiais para os municípios.

A Secretaria da Saúde vai divulgar uma vez por semana os novos números da dengue em 2011. O último boletim aponta, até agora, a suspeita de 925 casos de dengue, com sete deles confirmados, sendo seis autóctones e um importado. Todos os casos confirmados são do município de Londrina.

Fonte: Agêcia Brasil



 Este conteúdo foi visitado 1033 vezes.  

<< Voltar para a página anterior...
Livros - Submarino.com.br
Nova pagina 2

Nova pagina 2
 
 
 


Acompanhe nosso RRS

 

 

 
Nova pagina 2