Nova pagina 2

 

 
Nova pagina 2

Principal   

Quem somos   

Últimas notícias   

Eventos   

Notícias da Saúde   

Artigos da Saúde   

Notícias da Enfermagem   

Vestibulares   

Instituições de Ensino   

Cursos e capacitações   

Concursos em Destaque   

Calculadoras   

Links Interessantes   

Terminologias   

Pesquisas e Estudos   

Biblioteca Virtual   

Enfermagem   

Biológicas e da Saúde   

Pós-Graduação   

Idiomas   

Áreas de Atuação   

Conselhos   

Enfer. em Saúde Pública   

Enfermagem do Trabalho   

Artigos   

Monografias   

Teses e Dissertações   

Leis,   
Decretos e Resoluções   

Código de Ética   

 
Nova pagina 2
   | 1 enfermeiros on-line

Concursos!  

  Notícias da Saúde
SES/SE - Saúde repassa mais três ambulâncias para o Samu 192 Aracaju





A Secretaria de Estado da Saúde (SES) repassou nesta terça-feira, mais três ambulâncias para o Samu 192 Aracaju. A entrega faz parte do projeto elaborado pela SES referente à regionalização do Samu 192 Sergipe, que resultou na conquista de 22 viaturas doadas pelo Ministério da Saúde (MS). No primeiro lote, entregue no primeiro semestre deste ano, das sete unidades de suporte básico (USBs) que chegaram a Sergipe três foram repassadas à capital.

Desta vez, as três ambulâncias recebidas pelo Samu 192 Aracaju são unidades de suporte avançado (USA). "São verdadeiras UTIs móveis. Para se ter uma ideia, cada ambulância dessas tem dois ventiladores, um fixo e um portátil, o que permite que o paciente seja transportado da ambulância até a UTI do hospital sem sofrer nenhum dano à saúde", destacou a secretária Mônica Sampaio, durante o ato de entrega ao secretário municipal de Saúde, Antônio Samarone.

A secretária acrescentou que as USAs dispõem até de detector fetal portátil, para saber como estão os batimentos cardíacos do bebê em casos de emergência envolvendo pacientes gestantes. De acordo com Conceição Mendonça, gestora do Núcleo de Atenção Hospitalar e Urgência da SES e consultora do MS em Sergipe, o investimento do Governo Federal nas três ambulâncias de suporte avançado equipadas somou mais de R$ 1 milhão.


Crédito: Wellington Barreto

Além disso, também por conta do projeto de regionalização elaborado pela SES, a Prefeitura de Aracaju foi beneficiada com o aumento da verba de custeio para o Samu municipal. "O custeio mensal era de R$ 149 mil e passou para R$ 269 mil, um incremento de 80,53%", informou Conceição Mendonça.

A gestora estadual acrescentou que o projeto tem como objetivo fazer a expansão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, através das bases descentralizadas implantadas no território sergipano. "Para o Samu 192 Sergipe, o Ministério da Saúde liberou 16 unidades de suporte básico. Quatro chegaram no primeiro lote e as 12 restantes chegarão em breve para complementar a frota do Samu estadual", explicou.


Crédito: Wellington Barreto

Visita a hospitais

Após a entrega das ambulâncias, Mônica Sampaio e Antônio Samarone visitaram o Hospital Nestor Piva, sob a gestão do município, e o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), gerenciado pelo Estado, através da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS). No Huse, eles percorreram as principais alas do Pronto Socorro (PS) acompanhados de profissionais da rede de urgência e emergência, para analisar o fluxo de atendimento.

A ideia é criar uma comissão que envolva Estado e município na elaboração de estratégias capazes de otimizar a demanda diária de pacientes. "Com a criação de uma comissão preparada para discutir a rede hospitalar e suas dificuldades, como a rotatividade de leitos, estamos dando um grande passo na área da saúde. Sabemos que isso não pode ser feito isoladamente, por isso precisamos da parceria do município de Aracaju", explicou Mônica Sampaio.

Após a conclusão das primeiras análises, a comitiva seguiu para as instalações do novo Pronto Socorro. Nas dependências da unidade, a equipe conheceu de perto o conceito avançado de estratificação de risco, tendo como referência as áreas verde, azul, amarela e vermelha que foram ampliadas para garantir comodidade ao paciente e melhores condições de trabalho para médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde.

"Os leitos monitorados, as salas conjugadas com Centro Cirúrgico e UTI, sem falar na Central de Material Esterilizado (CME) bem localizados, vão beneficiar a mobilidade das pessoas no hospital. Uma conquista fundamental especialmente para os pacientes graves encaminhados ao Huse", pontuou. "Realmente, o espaço físico impressiona. Pelo que tenho visto não só no setor público, mas também no privado, com certeza, estamos diante de uma das melhores estruturas de Pronto Socorro do país", resumiu Samarone.

Por Gleydiomar Souza Góis e Priscila Andrade
Edição: Lidiane Neves

SES SE




 Este conteúdo foi visitado 1624 vezes.  

<< Voltar para a página anterior...
Livros - Submarino.com.br
Nova pagina 2

Nova pagina 2
 
 
 


Acompanhe nosso RRS

 

 

 
Nova pagina 2